Hang the DJ - Black Mirror T4xEp4

por Tatiana Spalding Perez, CRP 07/26032


E se você pudesse saber, desde o início de uma relação, quanto tempo ela vai durar?


Esta é a proposta do episódio 4 (Hang the DJ) da temporada 4 de Black Mirror. Neste episódio um aplicativo oferece não só o serviço de formar casais como prevê a data de validade do relacionamento. Basta apertar um botão. O casal se conhece, aperta um botão e lá está a resposta: horas, meses, anos? Quanto tempo você ficará com aquela pessoa?


Em um primeiro momento o app parece oferecer a fórmula mágica para todos os problemas de relacionamentos: ninguém precisa "se preocupar" em escolher e nem "se entristecer" por terminar. As coisas são como são. Impostas por um sistema a ser obedecido.


À primeira vista Hang the DJ parece ser uma crítica voraz ao Amor Líquido e à inconstância dos relacionamentos no tempo presente, mas - para mim - este episódio fala mesmo é de ESCOLHAS. Você já parou para pensar que escolheu estar na relação que está? Você já parou pra pensar que nem sempre foi assim ao longo da História? Já percebeu que ainda no século XXI nem todas as culturas permitem que os casais se escolham?


E eis, então, mais questionamentos: O que te fez escolher estar com quem você está? O que fez com que a pessoa que está contigo tenha te escolhido? Que expectativa vocês tem dessa relação? Se vocês pudessem saber o tempo de duração, vocês veriam? E saber o tempo de duração te deixaria angustiado ou aliviado?


Hang the DJ fala da dificuldade da escolha. E de sua facilidade. Fala de relacionamentos. De contrato. De amor e de desamor. Fala da busca inconstante pela pessoa perfeita e das frustrações dos encontros rasos. E fala da conexão entre duas pessoas, mesmo sem o peso da busca.


A verdade é: Este será o episódio mais romântico que você já viu de Black Mirror. Pronto falei. E o final... Bom, não vou falar sobre o final. Já falei demais tentando não dar spoilers. Assiste lá e depois comente por aqui o que você achou.


Tatiana Spalding Perez é psicóloga, CRP 07/26032 com Especialização em Terapia Sistêmico-Cognitivo de Famílias e Casais. Atende em consultório particular em Porto Alegre/RS e na área acadêmica seus interesses estão voltados para poliamor, relações conjugais e relações de gênero. Acompanhe seu trabalho em:

www.paradoxopsi.com.br

www.serterapeutadecasal.com.br

www.facebook.com/paradoxopsi

www.instagram.com/paradoxopsi/

82 visualizações

Blog escrito por psicólogas e psicólogos de todo Brasil.

O conteúdo apresentado nos textos, assim como opiniões e interpretações sobre as séries, são exclusivas de seus autores. Não representam o entendimento de todos os profissionais.

  • Instagram - White Circle