O feminino de Claire, a cereja do bolo da série Outlander!

por psicóloga Patrícia Gimenez, CRP 06/105575

Você já assistiu a série Outlander? Deveria assistir, no momento não vou citar nosso querido Jamie! Esse vale uma resenha só dele...rs


Logo no início o telespectador encontra a narrativa de Claire Fraiser. Em meio ao caos a personagem impactante, intensifica o papel da mulher e sua importância na sociedade. Independente da época ou dos costumes, é possível se libertar, ser respeitada ou até mesmo quebrar regras machistas.


Claire é transportada no tempo e volta há 200 anos! Só com essa informação já é bem difícil de imaginar!


Mas, por ser uma mulher sagaz e claro com conhecimentos a respeito dos costumes, figuras importantes e outras informações da sociedade atual consegue conviver com os mistérios e as dificuldades que a época oferecia. Primeiro ela precisa da sua perspicácia para contornar a situação, sendo uma enfermeira cuja profissão não existia na época, falavam muito em curandeiras ou bruxas. A primeira função era tolerada, pois ajudavam muitas pessoas em tratamentos e cura com ervas, chás e loções, mas a segunda era uma heresia e não aceitada pela população digamos religiosa.


Ela consegue aproveitar seu conhecimento botânico e auxiliar nos cuidados da população. Com sua “língua” solta conseguia manter um diálogo com os “soldados” machistas da época, diga-se de passagem, estranhavam como ela era articulada e até conseguiam estabelecer um vínculo amigável. Em meio a um local conservador, oferece seus cuidados, um ombro amigo e sua atenção com empatia aos desconhecidos.


Nesta saga Claire aprende a manejar uma adaga (utilizada para defesa na época) e a viver na estrada como uma fora da lei. E não deixava de ter sua opinião ou de julgar algo, mesmo quando não lhe permitiam conseguia se adaptar a situação e aos costumes. Se mostrou uma mulher valente e guerreira, mesmo quando precisou deixar a filha no futuro e enfrentar novamente o passado para reencontrar seu grande amor. E para fechar acabou se apaixonando por Jamie e a respeitá-lo.


Você pode encontrar a Claire que há aí dentro de você!


Assim como ela você pode sim tentar se adaptar ao seu meio, mesmo quando hostil. E você também pode ter sua opinião e levá-la em sua trajetória, respeitando seus sentimentos e escolhas. O empoderamento feminino é justamente ter a liberdade de se posicionar com igualdade. Assim, como a Claire fez! Ela não deixou sua personalidade em um passado, ela conseguiu ser ela mesma no presente.


Patrícia Gimenez é psicóloga, CRP 06/105575. Atua com atendimento psicológico para adultos e grupos motivacionais e autoestima feminina.

Acompanhe seu trabalho em:

https://www.facebook.com/psicologapatriciagimenez/

https://www.instagram.com/psicologa_patricia_gimenez/



79 views

Blog escrito por psicólogas e psicólogos de todo Brasil.

O conteúdo apresentado nos textos, assim como opiniões e interpretações sobre as séries, são exclusivas de seus autores. Não representam o entendimento de todos os profissionais.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram