top of page

Série de mistério francesa inteligente e intrigante 'Balthazar'

por Patrícia Atanes de Jesus Bernardinelli - CRP: 06/37052


A primeira temporada da deliciosa série francesa Balthazar pode muito bem ser sua próxima maratona se você gosta de mistério psicológico intrigante.


Repleto de histórias de mistério habilmente elaboradas, Balthazar é uma série de suspense e crime imensamente agradável que traz Tomer Sisley como o patologista forense Raphaël Balthazar.


Profissionalmente, Balthazar é brilhante. O médico legista mais talentoso de sua geração e o mais jovem diretor do Instituto de Médica Legal, professor e jurista (até o diz em seu cartão), ele tem toda a certeza de ser craque em seu trabalho e raramente erra nas conclusões que tira sobre a vítimas e seus assassinos.


Além de ser um homem charmoso e inteligente, ele vê e fala com os mortos em sua mesa de autópsia, e eles respondem, mas não no sentido sobrenatural. Balthazar mergulha nos casos criminais e nas histórias de fundo das vítimas, então as coisas em seu subconsciente são projetadas em sua realidade. E essas imaginações aparentemente reais não se limitam à sua sala de autópsia, eles ocorrem em casa também, com sua esposa Lise (Pauline Cheviller), que ele encontrou assassinada em sua casa há doze anos. Essa característica ou “dom” desperta tanto o fascínio quanto a fúria das pessoas ao seu redor.


Balthazar é meio peculiar e, apesar de ser irritante, irreverente e totalmente cheio de si e provocador, o homem é absolutamente cativante. Ele leva a vida sem jamais perder o ritmo, muitas vezes desafiando regras e padrões. Sua boa aparência e raciocínio rápido também não fazem mal, sem mencionar suas habilidades na cozinha.


A inspetora-chefe Hélène Bach (Hélène de Fougerolles) pode discordar (exceto talvez a parte sobre sua boa aparência). A comandante de polícia sensata foi recentemente designada para essa equipe da polícia de Paris e se juntar a Balthazar para investigar uma série de assassinatos complexos, porém, ela tem pouca paciência para gente como o Dr. Balthazar. (Muito, pouca paciência, na realidade.) Ela o encontra pela primeira vez em uma cena de crime na casa de um promotor público do Tribunal Criminal de Paris e sua esposa, ambos mortos a tiros. Sua filha de seis anos, embora fisicamente ilesa, está traumatizada. Os assassinatos do casal não são os únicos que Balthazar e Bach terão que investigar juntos antes que o assassino seja pego.


Balthazar tem momentos de incertezas em que se perde em seu trabalho, principalmente quando os casos o levam a revisitar o assassinato de Lise, o qual ele reinvestiga constantemente, extraoficialmente. Dada uma pista particular encontrada no corpo de uma vítima de homicídio recente do sexo masculino, ele se pergunta se o homem na prisão pela morte de sua esposa é realmente seu assassino. Assim começa a busca de Balthazar para resolver seu próprio mistério de assassinato.


Sisley está fabuloso como Balthazar, olhares brilhantes e sorrisos irônicos, encobrem e reforçam todo o seu lado misterioso e encantador. Já a comandante Bach, anda de bicicleta em vez de um carro, tem um filho e uma filha adolescentes e um marido que pode ou não a estar traindo.


Ao mesmo tempo que Hélène luta para exercer seu papel de mãe, precisa lidar com a personalidade extraordinária de seu novo companheiro de trabalho. Já Balthazar, que vive assombrado pelo fim trágico de sua esposa, deve superar o luto para ajudar Hélène a solucionar os crimes. Mas o reino da morte guarda muitas reviravoltas para a dupla.


Com sombras dos detetives homônimos em River e Rocco Schiavone , e de duplas improváveis, mas eficazes de resolução de mistérios, como Brennan e Booth ( Bones ) e Chassagne e Verlay ( Art of Crime ), Balthazar é uma série alternadamente sombria e bem-humorada, possuem momentos ternos e comovente, e apresenta (não gratuitamente) cenas gráficas que não são para os mais sensíveis.


Em uma palavra, Balthazar é incrível!

Patrícia Atanes de Jesus Bernardinelli é Psicóloga Junguiana com Especialização em Terapia Sistêmica Familiar e Avaliação Psicológica, além de Psicologia Jurídica e Criminal Profiling – Psicologia Investigativa. Atende Adolescentes, Adultos e Casais em consultório particular em São Bernardo do Campo/SP. Atua em casos da vara da família ou da infância como perita e/ou auxiliar técnica de acordo com a solicitação do fórum ou de uma das partes. Seus interesses estão voltados para relacionamentos, transtornos e síndromes diversas que atingem os adolescentes (incluindo depressão, suicídio). Sua paixão está no entendimento do funcionamento da Psique e seus simbolismos além da busca dos conceitos e preceitos psicológicos na literatura e cinema. Além de sua colaboração como escritora no blog psicologiaemseries acompanhe seu trabalho em: www.psicosignificar.psc.br www.facebook.com/psicosignificar www.instagram.com/psicologa.patriciaatanes/ email: patriciaatanes.psi@gmail.com


928 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page